1001_cupomdedesconto

Entrevista com Daniel Bender, Diretor da 1001 Cupom de Descontos

Amanda Santoro, 2 de outubro de 2015

1001cupomdedesconto

Nome: Daniel Bender
Empresa: 1001 Cupom de Descontos
Cargo: Diretor

1. Primeiramente, gostaria que você explicasse um pouco de como surgiu o 1001cupomdedescontos e qual o modelo de trabalho de vocês, hoje?
A 1001 Cupom de descontos foi fundada em 2014 por Roberto Rubim e Harry Kuperus. Dois empreendedores que trabalham juntos há mais de 10 anos para o mercado Europeu e que, hoje, tem esse projeto especifico para o mercado Brasileiro.
Ao contrário de um site de cupom de desconto tradicional, temos uma tecnologia de motor de busca capaz de dar como resultado as marcas e palavras-chaves de produtos vendidos pelas empresas parceiras. Além de muito conteúdo e análises sobre as empresas listadas no nosso site.
Tanto eu, quanto Roberto, trabalhamos há muitos anos com e-commerce e internet e percebemos que havia espaço para trabalhar com afiliação de forma mais afinada com os lojistas. Vimos que o mercado mudou bastante nos últimos anos com o surgimento de alguns players de ofertas e cupons, e chegamos à conclusão que era um bom momento para aplicar nosso conhecimento em prol de aumentar as vendas dos lojistas.

2. Vocês já atuam com mobile? De que forma?
Sim. Atuamos através de nossa plataforma web que é otimizada para uso em mobile. Porém, entendemos que o mercado ainda não tem uma boa solução para mobile então estamos nos planejando fortemente para desenvolver várias aplicações que irão se integrar facilmente com navegadores de smartphones e tablets. Estamos muitos seguros de que há um grande potencial no mobile.
A título de exemplo, 30% dos acessos da 1001 Cupom de descontos são provenientes de aparelhos Mobile.

3. Já existem diversas plataformas que trabalham com cupons, vocês planejam trabalhar com algum outro formato? Existe alguma novidade prevista?
Sim, com certeza temos novidades! Como falei, nós somos profissionais de e-commerce e pensamos a todo o momento em como criar soluções para aumentar o ROI dos nossos anunciantes. A grande novidade, como falei antes, são estas aplicações em desenvolvimento que tornarão o acesso às ofertas muito mais fácil por parte dos clientes.
Nos próximos dias estamos lançando a versão beta de nosso Comparador de Preços, que existirá baixo o domínio da 1001cupomdedescontos.com.br, o objetivo será que nosso cliente possa economizar ainda mais no seu processo de compra, comparando os preços e ainda ganhando um desconto extra ao utilizar o cupom da empresa parceira.

4. Como é a relação do 1001 Cupom de Descontos com a Afilio e quais seriam as principais vantagens dessa parceria?
Confiamos na Afilio. Achamos que é um dos grandes players do mercado e temos total comprometimento com eles, esperamos que a execução dos nossos planos mais ambiciosos possam estreitar ainda mais a relação com a Afilio.
A Afilio também é uma porta de entrada para mercados internacionais que visamos nesse momento, como a Argentina, Chile e México. Devido ao fato que existem empresas internacionais de renome trabalhando com a Afilio atualmente nesses mercados.

5. O que você acha que o mercado de Afiliação no Brasil ainda precisa evoluir?
Profissionalmente, acho lamentável que tantos varejistas só tenham olhos para os formatos tradicionais de marketing digital. Ou pior, optem por práticas sujas de publicidade como SPAM, quando tem à disposição programas de afiliados bem desenvolvidos, com publishers de nível, com muito tráfego de excelente qualidade. Em outros casos, vemos muitos investimentos publicitários sendo jogados fora em meios que simplesmente não entendem o e-commerce. Nós entendemos e sabemos que o melhor negócio é trabalhar como sócio do sucesso da empresa através da remuneração por comissão.

5. Como você entende o atual momento do e-commerce no país?
Acho que estamos em um ponto de maturação. O e-commerce vinha crescendo muito, as taxas chinesas e o que se vê é uma desaceleração em investimentos. Por um lado, isso é bom, porque agora as empresas precisam trazer retorno para seus acionistas. Agora, os gerentes de e-commerce precisam demonstrar que não trazem apenas receita que sabem gerar lucro para suas empresas. Para o mercado de uma forma geral também é bom pois o mercado está forte o bastante para ajudar o consumidor brasileiro a economizar durante a crise.

facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail