marketing-de-performance

Saiba mais informações sobre o Marketing de Performance

Amanda Santoro, 7 de outubro de 2015

Usamos a palavra performance para contextualizar o nosso ramo de atuação, pois nosso sistema se baseia em resultado, ou seja, o nosso principal objetivo é o melhor retorno do seu investimento.

De que forma? Bom, o marketing de performance trabalha com modelos de negócios onde o seu resultado não só é visível como pode ser facilmente acompanhado. Vamos pensar em uma campanha de mídia tradicional, suponhamos que você esteja comprando um anúncio em uma revista, onde você sabe, por exemplo, o alcance da publicação, a tiragem, o perfil do leitor, o número de assinantes, entre outras coisas, mas não sabe, efetivamente, quantas pessoas dentro desse alcance realmente irão ler o seu anúncio, também não sabe quantas pessoas, a partir do anúncio, serão levadas à sua loja ou farão compras na sua empresa, certo?

Pois ao contrário disso, o marketing de performance oferece modelos onde a entrega é efetiva e conforme acordado com o cliente, quer seja no número de cliques, impressões, ou no comissionamento de um modelo de CPA (cost per aquisition), por exemplo.
No marketing digital de performance são escolhidos indicadores de desempenho para que você saiba avaliar o retorno de suas campanhas. Em campanhas de CPC (cost per click), temos o custo estabelecido por clique, essa definição é dada pela rede ao cliente, de acordo com o número de cliques que o cliente quer alcançar e o perfil do seu público, quanto mais segmentado maior o valor do clique. Ou seja, o anunciante receberá um tráfico qualificado e terá o retorno previsto inicialmente para o seu investimento. Considerado já uma evolução do CPM (cost per mille), que previa apenas o número de impressões a ser entregues, o CPC já supõe uma interação entre o usuário e a marca. O clique indica que houve um interesse inicial no produto/campanha/informação.

Campanhas de CPL (cost per lead) são as campanhas que visam captar algum tipo de informação do usuário, quer seja para acessar a um determinado conteúdo, participar de uma ação/promoção, ou até cadastros complexos. O anunciante, a partir daí, pode usar as informações para banco de dados, newsletters, e outras ações de marketing. O custo do lead será influenciado pelo número de campos e complexidade do cadastro.
Oferecemos também os modelos de CPD – custo por disparo de e-mail marketing, CPI -custo por instalação de aplicativos e CPV – custo por visualização de vídeos.

E para destacar, o modelo de CPA, é aquele que prevê efetivamente uma ação do usuário, ou seja, ele tem que concluir um processo dentro do site, em geral, a compra de um produto ou serviço. No CPA, o comissionamento é definido pelo anunciante, contudo são usados valores de referência do segmento que ele atua, e há uma orientação com relação à um payout ideal (o suficiente para atrair o interesse dos afiliados e que seja coerente com os valores oferecidos pela concorrência). O mais interessante no modelo de CPA é que o anunciante ainda está ganhando mídia gratuitamente. Gratuitamente? É isso mesmo, pois são os afiliados que veiculam os anúncios por conta própria e independente de quando há ou não venda, as peças estão sempre sendo exibidas e, portanto, gerando impressões e tráfego para o cliente, que só pagará quando efetivamente houver uma “ação” concluída dentro do seu site.

Se interessou? Fale com nossa equipe e saiba como começar a investir em performance!

facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail